A VOZ DAS COISAS

As Coisas têm uma voz tão misteriosa…
As Coisas têm uma voz tão delicada…
Contando a vida, alegre ou desditosa,
Em sua velha imagem recordada.

Voz de além mundo… vaga, silenciosa…
Da ausência eterna a confidente amada…
Pelos Mortos falando, carinhosa,
No carinho das almas escutada.

As Coisas têm a voz da mocidade,
Voz do Passado, voz da saudade,
Histórias e segredos a dizer…

Voz de magia… de prazer e dor…
_Baixinho, a conversar, na voz do Amor,
Com quem tem coração para as entender.

Maria Isabel da Camara Quental

By Juli Ribeiro